Nossa História

Tudo começou quando a família Clivati Jorge resolveu sair de Londrina para se estabelecer em Piçarras (SC) balneário catarinense onde costumava veranear e que acabou sendo escolhida como novo lar. A mudança aconteceu por conselho médico e a família não havia traçado planos para sobreviver numa cidade litorânea e pequena, uma vez que na época Piçarras possuía cerca de 20.000 habitantes.

O espírito empreendedor do patriarca da família foi quem deu o alerta – "Quando era jovem trabalhava em Londrina na Rebouças Ind. De Plástico, e desde então tive o sonho de montar uma empresa de recuperação de materiais recicláveis. O Sr. Otavio proprietário, da Rebouças sempre me dizia que esse seria o negócio do futuro, e eu acreditava, só não sabia como iria começar.... percebi que Piçarras tinha muitos catadores de materiais recicláveis, que andavam com suas carroças, puxadas na maioria das vezes por cavalos e com toda a família, que dependia da venda dos materiais para poder sobreviver. Após várias conversas com os catadores, identificamos uma oportunidade, já que os mesmos diziam que tinham uma boa geração de materiais, porém tinham muitos problemas, pois os compradores eram de cidades vizinhas, ficavam até 15 dias sem aparecer para as compras, e as vezes compravam e não honravam com o pagamento, dificultando assim a vida dessas famílias que dependiam 100% desta renda. Em Janeiro de 1999, após muito observar e levantar informações, resolvemos que iríamos começar nossa nova vida..."

Assim de maneira modesta surgia a RECBRAS, hoje uma das mais importantes empresas do setor. Com a ajuda de amigos a família Clivati Jorge conseguiu levantar pequeno capital de giro para a compra de materiais, alugou um galpão, que viria se tornar a primeira sede da empresa, e fez os primeiros investimentos numa prensa enfardadeira elétrica e mesas para classificação e separação dos resíduos. E assim o pequeno sonho começou a se transformar em realidade. No começo a própria família cuidava de todas as etapas do negócio desde a compra, separação, enfardamento e destinação final do material reciclável. Apesar das dificuldades iniciais a empresa começou a prosperar e o galpão inicial já se tornava pequeno para o volume de negócios.

O problema era que a família não tinha capital suficiente para realizar os investimentos que empresa necessitava naquele momento e a saída foi encontrar um sócio investidor. Com o aporte necessário a empresa mudou-se para um galpão maior, ganhou novos equipamentos e funcionários. A visão de negócios do sr. José Augusto foi novamente fundamental para um novo salto – " Começamos a identificar que as empresas da região, eram carentes de bons prestadores de serviço, e firmamos contrato com a primeira grande cliente que foi a "Ar Frio" – uma empresa de estocagem de congelados que atendemos até hoje e que atesta a excelência de nossos serviços."

A parceria com a "Ar Frio" apontou um novo caminho e novas parcerias foram sendo firmadas. O know how adquirido e o aperfeiçoamento constante dos serviços foram redirecionando e redimensionando a empresa, que após dois anos teve uma nova mudança de endereço e passou a se dedicar exclusivamente ao atendimento à grandes empresas através do gerenciamento de materiais recicláveis.

O sócio que ingressou na primeira fase de expansão decidiu mudar-se para São Paulo e a família Clivati Jorge voltou a gerenciar tudo sozinha. E a RECBRAS seguia crescendo e aperfeiçoando seus serviços, agora contando com caminhões para o transporte, dezenas de funcionários treinados, equipamentos operacionais e de segurança, além de todas as licenças necessárias para o funcionamento da empresa. Vale ressaltar que a preocupação ambiental sempre norteou os serviços prestados pela Recbras: -"A destinação final correta dos materiais sempre foi primordial para nossa empresa, vendíamos apenas para quem nos fornecia toda a documentação."

Atualmente a empresa que nasceu numa pequena cidade do litoral de Santa Catarina está presente em diversos estados do Brasil e atende clientes em São Paulo, Pernambuco, Maranhão, Paraná e na Paraíba prestando serviços que primam pela excelência em todos os aspectos como atesta seu fundador: "sempre pensando em reciclar para um futuro melhor, encarando todos os desafios com seriedade e com a certeza de estarmos contribuindo para um futuro melhor dos nossos filhos e netos."